Filippo Valiante Filho

poesia na terra da garoa



concreto

antítese do lírico

cimento da modernidade

pá de cal na loucura da cidade

pedra que tinha no caminho

um lírio plantado

na areia




água que falta

água que afoga